A Nossa MESA é Teológica

Série à mesa
Publicado em 14/01/2021

Decretos: JANEIRO

Guardei Meus filhos e cuidei do Meu povo. Fiz uma colheita de salvos para enriquecer os céus e dar livramentos de angústia aos Meus santos. Não questionem Minha soberania! Eu tenho o controle de tudo e governo sobre todos. Eu lhes guardarei; Sou seu abrigo e sua habitação. Os que estão em Mim estão seguros. Salmo 121


_____

 

A Nossa MESA é Teológica

Em Provérbios 15:6 temos o seguinte texto: A casa do justo contém grande tesouro, mas os rendimentos dos ímpios lhes trazem preocupação.

Isso é uma verdade! Na casa em que Jesus é o centro do propósito Ele é o motivo, todas as vezes que nos reunimos ao redor da mesa, para uma reunião eficaz e produtiva. Quando a Palavra diz: _“Por semelhante modo, depois de haver ceado, tomou também o cálice, dizendo: Este cálice é a nova aliança no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que o beberdes, em memória de mim. 1Coríntios? ?11:25? ?ARA??, essa fala proferida ao redor de uma mesa, assinala e aponta para uma mesa onde Jesus se fará presente e a família se congrega para momentos especias sempre, em o nome do dEle, do seu Senhor, para novos aprendizados em Sua memória sempre.

O que eu posso entender com essa doutrina? Que a mesa que tem o ensino de Jesus é uma mesa teológica. Os filhos serão sábios, cheios de graça e com um conteúdo diferenciado dessa geração mundana que não possui valores para serem inseridos no caráter. Jesus, sempre didático, filho de carpinteiro aqui na terra, era um construtor de MESAS; Ele também era carpinteiro. Podemos até Imaginar que a mesa do memorial da celebração daquela Páscoa, foi construída por Ele e, se não foi, acredito que pode ser interpretado assim, pois a MESA da casa de José era uma mesa onde o princípio ensinado era a TORÁH. 

Uma casa onde o sacerdote e a “sacerdotisa” têm essa consciência de que a mesa não é para outros discursos, porém para plasmar, gestar a vida de Deus no caráter, é uma mesa de princípio. Eu não estou isentando a inteligência secular em uma casa, mas estou mostrando a importância da ativação da mente espiritual à mesa, de forma que todos possam estar dentro do contexto de entendimento de que Jesus reina, que conserta tudo que foi deformado no passado e que toda conversa torpe pode ser anulada em Atos Proféticos. Um exemplo é o PERDÃO. Por Exemplo a realização de um ato de lavar os pés dos filhos, ou dos filhos nos pais e cônjuges... você já pensou que nível de cura se manifestará?

Se exercermos esse testemunho, se assumirmos que a mesa estava enferma, não terá explicação para o nível da cura e libertação que a família receberá. Agora, se não sairmos das rotas de orgulho, e acharmos que estamos certos por repetir padrões errados das mesas do passado, ou absorvermos culturas particulares que nosso testemunho está comprometido, seremos homens miseráveis e continuaremos andando cegos e nus. “Miserável homem que eu sou! Quem me livrará do corpo desta morte? Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado.” (Romanos 7:24,25)

Uma mesa teológica é aquela que você sabe que a ORAÇÃO é necessária na hora das refeições para agradecer pela provisão que os céus trazem para nós, um lugar onde espera também uns pelos outros, a bebedeira não predomina como o motivo principal, onde a decência e o respeito de uns pelos outros é real e o órfão, a viúva e os necessitados também são lembrados e de fato acolhidos. “Bendito seja nosso Deus e Pai, que nos deu o produto da terra para comermos desse pão e nos alimentarmos desses frutos”.  Oração da PALAVRA.

Sabemos que a mesa está comprometida com Deus quando a Palavra é proclamada e os filhos veem o sacerdote abrindo a Bíblia ou Orando a Palavra, declarando o Senhorio de Jesus sobre a sua família. Como também quando um testemunho de milagre é elucidado, ativando a fé dos filhos ou desquer está a mesa, animando-os a contar os feitos do Senhor em todas as jornadas da família e onde a direção correta da vida é apontada. Bem, podemos trazer a vida de Deus de diversas formas, porém há famílias que são de Jesus, mas ELE não foi convidado para estar à MESA nem tão pouco para ser o Senhor da casa.

Esses ensinos vão ajudar a pontuar responsabilidades e levar a Igreja a outro nível, pois as famílias estarão alinhadas com o Senhor e a Sua Palavra. Se colocarmos em prática o que estamos recebendo, nossas casas serão cheias da presença do Senhor e, com certeza, nossos filhos serão brotos de oliveiras ao redor da mesa.

Ap Kennedy Braga
Adaptado de Renê Terra Nova
Para IBNA/SBC-SP
M12/SP


Acesse e Compartilhe nossas redes sociais! @ibna12oficial

Compartilhe em suas redes sociais

Endereço

Rua Adelelmo Setti, 10 - Centro, São Bernardo do Campo - SP, 09720-000

Siga-nos

Prover ® 2021. Todos os direitos reservados.