Quarantine Pills | # 03 A vitória da esperança

websérie com Ap. Kennedy Braga

Fizeram os filhos de Israel o que era mau perante o SENHOR; por isso, o SENHOR os entregou nas mãos dos midianitas por sete anos. Prevalecendo o domínio dos midianitas sobre Israel, fizeram estes para si, por causa dos midianitas, as covas que estão nos montes, e as cavernas, e as fortificações. Porque, cada vez que Israel semeava, os midianitas e os amalequitas, como também os povos do Oriente, subiam contra ele. E contra ele se acampavam, destruindo os produtos da terra até à vizinhança de Gaza, e não deixavam em Israel sustento algum, nem ovelhas, nem bois, nem jumentos. Pois subiam com os seus gados e tendas e vinham como gafanhotos, em tanta multidão, que não se podiam contar, nem a eles nem aos seus camelos; e entravam na terra para a destruir. Assim, Israel ficou muito debilitado com a presença dos midianitas; então, os filhos de Israel clamavam ao SENHOR.
 Jz 6:1-6

O livro de Juízes relata um período turbulento da história dos israelitas. Midianitas, amalequitas e outros povos invadiam Israel sistematicamente, usando de violência para saquear os frutos de meses de trabalho árduo nas plantações e no pastoreio.

Na iminência dos ataques, os israelitas se abrigavam em esconderijos nas montanhas, nas cavernas e nas fortalezas, abandonando casas, rebanhos e colheitas. Essa atitude revela a total falta de esperança de conseguir suplantar seus inimigos.

É em meio a esse cenário que encontramos Gideão debulhando trigo, escondido no fundo de uma prensa de uvas, tentando salvar dos midianitas pelo menos um pouco do alimento para alimentar sua casa. Deus o escolhe para libertar os israelitas, mas ele responde a Deus de forma desconfiada e desesperançosa. 

O Deus da esperança sabia que o verdadeiro inimigo de Israel era o esconderijo da alma e desejava que seu povo saísse desse lugar. No caso de Gideão, o anjo do Senhor chegou com uma palavra de esperança, como se estivesse dizendo: “Gideão, os dias podem ter sido difíceis, mas o Senhor veio a Israel, como fez no passado. Sua alma precisa abandonar o esconderijo, onde diariamente você cultiva o medo e alimenta a desesperança!”.

Sempre que buscamos em Cristo o combustível espiritual para nos fortalecer e nos tirar dos esconderijos, nosso tanque é completado junto à cruz. Sim, é ao recorrer ao Senhor Jesus em oração e na leitura da Palavra que Deus derrama esperança, graça e consolo, frutos da sua presença em nossa vida. 

Deus quer que você transborde de esperança e alegria. É só buscá-lo. 

Um xêro e até a próxima dose!

 

Ap. Kennedy Braga

Adaptado de Flavio Valvassoura, O Deus da esperança: Motivação e alegria em meio às dificuldades da vida! - Editora Mundo Cristão (ver livro)

Endereço

Rua Adelelmo Setti, 10 - Centro, São Bernardo do Campo - SP, 09720-000

Siga-nos

Prover ® 2021. Todos os direitos reservados.